Ciclos de Cinema

Ver também:
 

Serigrafia:
O Cinema Mudo de
Siegfried Kracauer
Mostrar Mais
O Cinema Mudo de 
Siegfried Kracauer

1/6

[João Sousa Cardoso]

Partindo da reflexão teórica desenvolvida pelo investigador germânico Siegfried Kracauer (Frankfurt, 1889 – Nova Iorque, 1966), o ciclo O Cinema Mudo de Siegfried Kracauer propõe-se revisitar alguns dos mais importantes cineastas do Expressionismo Alemão (Wiene, Murnau, Ruttmann, Pabst, May e Lang) à luz das ideias de “realismo cinematográfico” propostas por Kracauer.

 

De O Gabinete do Dr. Caligari (Das Cabinet des Dr. Caligari), de Robert Wiene, realizado em 1920, a Asfalto (Asphalt), de Joe May, datado de 1929, o ciclo percorre o contexto social da Alemanha da década de 1920 com as dificuldades económicas e sociais que a caracterizaram. Todos os filmes deste ciclo são obras de referência do cinema mudo, à excepção do filme de encerramento – O Testamento do Dr. Mabuse (Das Testament des Dr. Mabuse) –, único filme sonoro do programa, realizado em 1933, e o último de Fritz Lang produzido na Alemanha, antes da sua fuga para os Estados Unidos, na sequência da subida do Partido Nazi ao poder.

Estreia

10 a 15 Abril 2012 , Auditório do Grupo Musical de Miragaia (Porto)

Programação

10 Abril 2012, 21h30 

O Gabinete do Dr. Caligari, de Robert Wiene (Alemanha, 1919)

11 Abril 2012, 21h30

O Último dos Homens, de F.W. Murnau (Alemanha, 1924)

12 Abril 2012, 21h30

O Mistério de uma Alma, de Georg Wilhelm Pabst (Alemanha, 1926)

13 Abril 2012, 21h30

Berlim, Sinfonia de uma Capital, de Walter Ruttmann (Alemanha, 1927)

14 Abril 2012, 21h30

Asfalto, de Joe May (Alemanha, 1929)

15 Abril 2012, 21h30

O Testamento do Dr. Mabuse, de Fritz Lang (Alemanha, 1933)

Ficha Técnica

Programação · João Sousa Cardoso

Cartaz · Von Calhau!

Produção  · Confederação

Apoio · Goethe Institut, Grupo Musical de Miragaia

© 2019  Confederação – colectivo de investigação teatral